segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Victória Necy Ribeiro dos Santos

 Há algum tempo, recebemos como presente uma jóia rara para guardarmos e
cuidarmos por algum tempo, para que algum dia seu dono volte para
busca-lá.


Sabemos que essa jóia é de inalculável valor, porém não nos pertence, e devemos devolvê-la à seu verdadeiro dono.


Esse
dono é Deus que veio buscar essa jóia rara que ele deixou por algum
tempo, para que fosse dilapidadae enchesse de brilho seu redor.


Temos
certeza que essa jóia foi cuidada com muito amor, carinho e dedicação
que somente as jóias raras recebem. E esse foi o momento de devolvê-la,
pois a missão da minha princesa já foi cumprida, e ela passa a fazer
parte de tantas outras jóias que embelezam o reino do céu.


lembre-se
de que as lágrimas derramadas lavam a alma e mostram o real sentimento
de dor ou alegria, mas lamento, a revolta são sentimentos que não farão
bem a mim e nem a minha jóia rara que se chama Victória Necy que eu cuidei
e sempre vou amar !

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

Victória Necy Ribeiro dos Santos

Há algum tempo, recebemos como presente uma jóia rara para guardarmos e cuidarmos por algum tempo, para que algum dia seu dono volte para busca-lá.
Sabemos que essa jóia é de inalculável valor, porém não nos pertence, e devemos devolvê-la à seu verdadeiro dono.
Esse dono é Deus que veio buscar essa jóia rara que ele deixou por algum tempo, para que fosse dilapidadae enchesse de brilho seu redor.
Temos certeza que essa jóia foi cuidada com muito amor, carinho e dedicação que somente as jóias raras recebem. E esse foi o momento de devolvê-la, pois a missão da minha princesa já foi cumprida, e ela passa a fazer parte de tantas outras jóias que embelezam o reino do céu.
lembre-se de que as lágrimas derramadas lavam a alma e mostram o real sentimento de dor ou alegria, mas lamento, a revolta são sentimentos que não farão bem a mim e nem a minha jóia rara que se chama Victória Necy que eu cuidei e sempre vou amar !

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Mensagem para uma mãe que perdeu seu bebe.Anjo de Luz....

                  Mãezinha se vc pensa que seu bebe se foi...
 Se vc chora pela saudade  que seu bebe deixou no coração, e se pergunta, entre lagriamas. Porque meu bebe se foi.
 Saiba q seu bebe não se foi. Continua entre nois, de um jeito diferente. Esta vivo de um jeito diferente! Com certeza do jeito perfeito o Jeito de Deus!
 Não se pergunte porque seu bebe ja foi tão cedo...
 Pergunte porque ele veio.
 Porque Deus teria dado esse bebe a você.
 O que seu bebe veio fazer entre nois.
 Seu beber veio porque tinha uma misão. A misão de amar e ensinar a amar.
 E a sua misão com mãe e amar eternamente.
 Seu bebe foi um raio de luz, uma mensagem de Deus.
                     Veio e se Foi...
 Mais sua passagem tão breve deixou tanto Amor, tanta Saudade, q seria impossivel esquecer!
 Hj mãezinha vc so pode agradecer a Deus por ter lhe enviado esse presente para o seu ventre...

sábado, 24 de setembro de 2011

O significado da Familia




   Tropecei em um
estranho que passava e lhe pedi perdão.
Ele respondeu:
"desculpe-me, por favor;
também não a vi."
Fomos muito educados, seguimos nosso caminho e nos despedimos.



  
Mais tarde, eu estava cozinhando e meu filho estava muito perto de mim.
Ao me virar quase esbarro nele. Imediatamente
gritei com ele;
ele se retirou sentido,
sem que eu notasse
quão dura que
lhe falei.


  
Ao me deitar Deus me disse suavemente: "Você tratou a um estranho de forma cortês, mas destratou o filho que você ama.
Vá a cozinha e irá encontrar umas flores no chão, perto da porta. 
São as flores que ele cortou e te trouxe: rosa, amarela e azul.
Estava calado para te entregar, para fazer uma surpresa e você não viu as lágrimas que chegaram aos seus olhos..."



 
Me senti miserável e começei a chorar. Suavemente me aproximei de sua cama e lhe disse:
"Acorde querido! Acorde!
Estas são as flores que você cortou para mim?"
Ele sorriu e disse:
"Eu as encontrei junto de uma árvore, e as cortei, porque são bonitas como você,
em especial a azul."
 


 
Filho, sinto muito pelo que disse hoje, não devia gritar com você.
Ele respondeu:
"está bem mamãe, te amo de todas as formas." 
Eu também te amo e adorei as flores,
especialmente a azul.... 



 
Entenda que se você morrer amanhã, em questão de dias a empresa onde você trabalha cobrirá seu lugar. Porém, a Família que deixamos sentirá a perda pelo resto da vida.
Pense neles, porque geralmente nos entregamos mais ao trabalho que a nossa Família.
Será que não é uma inversão
pouco inteligente?
 


 
Então, que há detrás desta história?
Você sabe o significado de
Família em inglês? 




 
F A M I L Y:
"Father And Mother I Love You"
(Papai e Mamãe, eu os amo)  

sábado, 17 de setembro de 2011

O Tempo...

Um autor desconhecido escreveu certa vez que a alegria, a tristeza, a vaidade, a sabedoria, o amor e outros sentimentos habitavam uma pequena ilha. Certo dia foi avisado que essa ilha seria inundada.

Preocupado, o amor cuidou para que todos os outros se salvassem, falando:

Fujam todos, a ilha vai ser inundada.

Todos se apressaram a pegar seu barquinho para se abrigar em um morro bem alto, no continente. Só o amor não teve pressa. Quando percebeu que ia se afogar, correu a pedir ajuda.

Para a riqueza apavorada, ele pediu: Riqueza leve-me com você.

Ao que ela respondeu: Não posso, meu barco está cheio de ouro e prata e não tem lugar para você.

Passou então a vaidade e ele disse: Dona Vaidade leve-me com você...

Sinto muito, mas você vai sujar meu barco.

Em seguida, veio a tristeza e o amor suplicou: Senhora Tristeza, posso ir com você?

Amor estou tão triste que prefiro ir sozinha.

Passou a alegria, mas se encontrava tão alegre que nem ouviu o amor chamar por ela.

Então passou um barquinho, onde remava um senhor idoso, e ele disse:

Sobe, amor, que eu te levo.

O amor ficou tão feliz, que até se esqueceu de perguntar o nome do velhinho.

Chegando ao morro alto, onde já estavam os outros sentimentos, ele perguntou à sabedoria:

Dona Sabedoria, quem era o senhor que me amparou?

Ela respondeu: O tempo.

O tempo? Mas por que ele me trouxe aqui?

Porque só o tempo é capaz de ajudar e entender um grande amor.

domingo, 4 de setembro de 2011

Perder um bebê...


É como acordar e ver que tudo não passou de um sonho;
É como voltar de marcha ré todo o caminho já percorrido;
É voltar a ser uma pessoa “comum” depois de um tempo se sentindo “especial”;
É ter que esperar passar o tempo para se sentir melhor;
É sentir que tudo ficou sem graça;
É saber que isso acontece, com muitas pessoas, mas não sentir alivio por não estar sozinha!, e é péssimo!
É sentir solidão porque já havia se acostumado em tê-lo todos os dias.
É procurar a causa da perda mesmo sabendo que não dá para encontrar;
É alternar fases de não querer mais engravidar com outras de desejar conceber imediatamente;
É conhecer mulheres que engravidaram na mesma época e observar seu bebes no colo e o seu não estar mais ali;
É sofrer sozinha, apesar do apoio da família e dos amigos;
É ter que encarar a sensação de incompetência;
É exercitar a paciência para esperar o que o Deus está guardando;
É sorrir, mas o coração esta em pedaços, e ter que caminhar com uma saudade infinita no peito...
Neste momento tão doloroso só há uma pessoa que pode dar o consolo... Deus!

sexta-feira, 2 de setembro de 2011

A flor e a borboleta

Certa vez, um homem pediu a DEUS
uma flor... e uma borboleta.
Mas DEUS lhe deu um cacto... e uma lagarta.
O homem ficou triste pois não entendeu
o porque do seu pedido vir errado.
Daí pensou: Também, com tanta gente para atender... E resolveu não questionar.
Passado algum tempo, o homem foi verificar o pedido que deixará esquecido.
Para sua surpresa, do espinhoso e feio cacto havia nascido a mais bela das flores.
E a horrível lagarta transformara-se
em uma belíssima borboleta.
DEUS sempre age certo.
O Seu caminho é o melhor, mesmo que aos nossos olhos pareça estar dando tudo errado.
Se você pediu a DEUS uma coisa
e recebeu outra, confie.
Tenha a certeza de que ELE sempre dá o que
você precisa, no momento certo.
Nem sempre o que você deseja...
é o que você precisa.
Como ELE nunca erra na entrega de seus pedidos, siga em frente sem murmurar ou duvidar.
O espinho de hoje... será a flor de amanhã!
Que nessa semana você colha muitas flores!!!!

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

A perda material e a espiritual!!!

Diante das atitudes de algumas pessoas podemos observar que ainda não conseguiram
perceber o real motivo de estarem na Terra e perdem grandes oportunidades de se
tornarem pessoas melhores para si e para os outros também.
Preocupam-se excessivamente em ter e esquece-se de ser, que é o que
realmente importa. Se perderem um bem material, isso é motivo para enlouquecerem,
porém, não se preocupam em perder uma virtude ou uma oportunidade de
crescimento espiritual, muitas vezes percorrendo caminhos perigosos para saciar
a sede de ter e poder, por orgulho e vaidade. São pessoas que acreditam que a
vida se resume em ter e adquirir muitos bens materiais. Geralmente esquecem-se
daqueles que não têm o mínimo para a sobrevivência, agindo com egoísmo
e desprezo para com os outros.
Deus nosso Pai não nos criou simplesmente para uso e gozo dos bens terrenos.
Somos parte Dele e o que Ele espera de nós é o nosso crescimento e evolução,
em todos os sentidos, principalmente na parte moral. É por isso que muitas
pessoas correm tanto atrás de adquirir posses, muitos bens, beleza física,
muita sensualidade e no final, quando conseguem tudo isso, notam que continuam
vazias e infelizes. Nesse momento percebem que tudo não passa de uma ilusão,
de um engano e que a verdadeira felicidade não reside naquilo em que tanto
acreditavam. A verdadeira alegria está dentro de nós, especialmente quando
nos ligamos ao nosso Criador, amando e praticando a caridade para com o próximo.
Desse modo, procuremos viver da melhor forma possível, lembrando que o nosso
verdadeiro tesouro é aquela semente que Deus deixou dentro de cada um de nós.
Deixemos que ela se desenvolva em nosso coração, que cresça, floresça e dê
muitos frutos de amor. Só assim encontraremos a paz e a felicidade que buscamos.









muitos frutos de amor. Só assim encontraremos a paz e a felicidade que buscamos.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A carta do filho.


Vale à pena ler! Muito lindo!
Ela deu um pulo assim que viu o cirurgião sair da sala de operações.
Perguntou:
_ Como é que está meu filho? Ele vai ficar bom?
_ Quando é que posso vê-lo?
O cirurgião respondeu:
_ Tenho pena. Fizemos tudo, mas seu filho não resistiu.
Sally perguntou:
_ Com que razão as crianças pequenas tem câncer? Será que Deus não se preocupa?
_ Onde estava tu, Deus, quando meu filho necessitava?...
O cirurgião perguntou:
_ Quer algum tempo com seu filho? Uma das enfermeiras irá trazê-lo dentro de alguns minutos e depois será transportado para a Universidade.
Sally pediu a enfermeira para ficar com ela enquanto se despedia de seu filho. Passou os dedos pelo cabelo ruivo de seu filho.
_ Quer um cachinho dele? Perguntou a enfermeira.
Sally abanou a cabeça afirmativamente.
A enfermeira cortou o cabelo e colocou-o num saquinho de plástico entregando a Sally.
_ Foi ideia de o Jimmy doar seu corpo a Universidade porque assim talvez pudesse ajudar outra pessoa, disse Sally. No inicio eu disse que não, mas Jimmy respondeu:
_ Mãe, eu não vou necessitar de meu corpo depois que morrer. Talvez possa ajudar outro menino a ficar mais um dia com sua mãe.
Ela continuou:
_ o Jimmy tinha um coração de ouro. Estava sempre a pensar-nos outros. Sempre disposto a ajudar se pudesse.
Depois de ali ter passado a maior parte dos últimos seis meses, Sally saiu do Hospital pela ultima vez.
Colocou o saco com as coisas de seu filho no banco do carro ao lado dela.
A viajem para a casa foi muito difícil.
Foi ainda mais difícil entrar na casa vazia.
Levou o saco com as coisas de Jimmy, incluindo o cabelo para o quarto de seu filho.
Começou a colocar os carros e as outras coisas no quarto exatamente nos locais onde sempre os teve.
Deitou-se na cama dele, agarrou a almofada e chorou ate que adormeceu.
Era quase meia-noite quando acordou e ao lado estava uma carta.
A carta dizia:
_ Querida Mamãe;
Sei que vai ter muita saudade minha; mas não pense que vou esquecer-me de você; ou que vou deixar de te amar só porque não estou perto para dizer: “Amo-te”.
Eu vou sempre amar-te cada vez mais, Mãe, por cada dia que passe.
Um dia vamos estar juntos de novo. Mas até chegar esse dia, se quiser adotar um menino para não ficar sozinha, por mim está bem.
Ele pode ficar com o meu quarto e as minhas coisas para brincar. Mas se prefere uma menina, ela talvez não goste das mesmas coisas que nós, rapazes, gostamos.
Vai ter que comprar bonecas e outras coisas que meninas gostem você sabe.
Não fique triste a pensar em mim, esse lugar é fantástico!
Meus avôs vieram me receber assim que chequei para mostrar tudo, mas vai demorar um tempo para que eu possa ver tudo.
Os anjos são mesmo lindos! Adoro vê-los a voar.
E Sabes uma coisa?...
Jesus não parece nada com o que se vê nas fotos, embora assim que o vi tenha o reconhecido logo.
Ele levou-me a visitar Deus!
Sentei no colo d’Ele e falei com Ele, como se eu fosse uma pessoa importante. Foi quando eu disse que queria escrever essa carta para dizer adeus e tudo mais.
Mas eu sabia que não era permitido.
Mas sabe uma coisa, mãe?
Deus me entregou um papel e uma caneta Dele para eu escrever essa carta.
Acho que Gabriel é o anjo que vai lhe entregar a carta.
Deus disse para eu responder a uma pergunta que Lhe fizeste, “Onde estava Ele quando eu mais precisava?”.
Deus disse que estava no mesmo sitio, Tal e qual, quando o filho dele, Jesus, foi crucificado. Ele estava presente, tal e qual esta com todos os filhos dele.
Mãe, só você consegue ver o que escrevi mais ninguém.
As outras pessoas veem este papel em branco.
È mesmo maravilhoso, não é?...
Eu tenho que dar a caneta de volta para Deus, para Ele poder continuar a escrever seu Livro da Vida.
Esta noite vou jantar na mesa com Jesus.
Tenho certeza de que a comida vai ser boa.
Estava quase a esquecer, já não tenho dores. O câncer foi embora.
Ainda bem, porque eu não podia mais e Deus também não podia me ver assim.
Foi quando Ele enviou o Anjo da Misericórdia para me buscar.
O anjo disse que eu era uma encomenda especial! O que diz disso?...
Assinado com amor de Deus, de Jesus e de mim.

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Carta de um filho para seu pais...

Não tenham medo de serem firmes comigo.
Prefiro assim. Isto faz com que eu me sinta mais seguro.

Não deixem que eu adquira maus hábitos.
Dependo de vocês para saber o que é certo ou errado.

Não me corrijam com raiva, nem na presença de estranhos.
Aprenderei muito mais se me falarem com calma e em particular.

Não me protejam das consequências dos meus erros.
Às vezes eu preciso aprender pelo caminho áspero.

Não levem muito a sério as minhas pequenas dores.
Necessito delas para poder amadurecer.

Não me estraguem. Sei que não devo ter tudo o que peço.
Só estou experimentando vocês.

Não sejam irritantes ao corrigirem-me.
Se assim o fizerem, eu poderei fazer o contrário do que me pedem.

Não me façam promessas que não poderão cumprir depois.
Lembrem-se que isto me deixa profundamente desapontado.

Não ponham à prova a minha honestidade.
Sou facilmente levado a dizer mentiras.

Não me apresentem um Deus carrancudo e vingativo.
Isso me afastaria d'Ele.

Não desconversem quando faço perguntas.
Serei levado a procurar respostas na rua todas às vezes que não as tiver em casa.

Não se mostrem para mim como pessoas infalíveis.
Ficarei extremamente chocado quando descobrir um erro em vocês.

Não digam simplesmente que meus receios e medos são bobos.
Ajudem-me a compreendê-los e vencê-los.

Não digam que não me conseguem controlar.
Eu me julgarei mais forte que vocês.

Não me tratem como uma pessoa sem personalidade.
Lembrem-se que eu tenho o meu próprio modo de ser.

Não vivam a apontar-me os defeitos das pessoas que me rodeiam.
Isso irá criar em mim, mais cedo ou mais tarde, o espírito de intolerância.

Não se esqueçam que eu gosto de experimentar as coisas por mim mesmo.
Não queiram ensinar-me tudo.

Não tenham vergonha de dizer que me amam.
Eu necessito desse carinho e amor para poder transmiti-lo a vocês e aos outros.

Não desistam nunca de me ensinarem o bem, mesmo quando
eu parecer não estar aprendendo.

Insistam através do exemplo e, no futuro, vocês verão
em mim, o fruto daquilo que plantaram.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Medo de muitas Mulheres!!!

Esse é um assunto muito delicado que desnuda a nossa intimidade como mulheres, passamos por um turbilhão de sentimentos, todos ao mesmo tempo: tristeza, insegurança, ansiedade, decepção, medo e frustração, o risco da mulher entrar em depressão é bem grande. Após a perda do bebê ficamos muito sensíveis, na verdade nos sentimos impotentes por não conseguir gerar bebes saudáveis, criamos uma barreira ao sexo de imediato, pois ele nos remete a concepção de nossos bebes. É nesta hora que precisamos de nossos maridos ou companheiros ao nosso lado, apoiando e respeitando a nossa dor, física e emocional.

A abstinência sexual após a perda gestacional pode durar um mês, dois ou até 3 meses dependendo de cada mulher, mas se durar por mais tempo talvez seja necessário um acompanhamento de um psicólogo para ajudar a superar este trauma.
Aos poucos vamos voltando ao ritmo normal, mas é necessária uma dose extra de carinho, de amor, paciência e compreensão, é tudo que se espera do homem que escolhemos para estar ao nosso lado. Nem tudo na vida é sexo, quando encontramos o verdadeiro amor, nos tornamos cúmplices, amigos, assim como no juramento que fizemos diante do altar, juntos na alegria e na tristeza.

Nesta fase o casamento de muitas mulheres que perderam seus bebes, acabam passando por uma crise séria, pois os maridos não entendem o quanto elas estão sofrendo e o quanto se sentem inseguras, e tentando agradar com suas carícias, desagradam sem perceber. O homem que ama sua esposa, sua companheira, não deve forçar uma relação neste momento, não estamos preparadas emocionalmente para o sexo, ele deve respeitar o tempo de sua esposa. Se o aborto foi no início, é bem provável que a mulher nem passe por estas crises e decida engravidar logo em seguida, mas quando a gravidez já esta bem avançada em meses, à superação é mais difícil. O medo de engravidar e perder o bebe novamente, está bem presente, mas com o tempo, passamos a aceitar novamente as relações sexuais como algo totalmente normal e começamos até mesmo a pensar em engravidar de novo. Aí passamos para outra fase, a de querer engravidar e não conseguir. O sexo se torna uma obsessão com o intuito de engravidar, deixamos de “fazer amor” para conceber. A ansiedade atrapalha e nos leva a uma frustração ainda maior. É preciso deixar que o sexo aconteça naturalmente, que seja realmente um momento de amor, mágico e sublime. Precisamos descansar em Deus, buscar a paz interior que tanto desejamos.

Saiba que você não esta sozinha, e que muitas mulheres que perderam seus bebes. Passaram pelo que você esta passando e que muitas também engravidaram novamente e hoje estão felizes com seus bebes. Amiga você também vai superar e se desejar engravidar novamente, procure acompanhamento médico. Você precisa estar bem, fisicamente e emocionalmente para voltar aos treinos. Não desista do sonho de ser mãe.·.

terça-feira, 26 de julho de 2011

Lembre-se: tudo o que Deus faz é perfeito !!!

Há muito, muito tempo, num reino distante, havia um rei que não acreditava na bondade de DEUS. Havia, porém, um súdito que em todas as situações lhe dizia: Meu rei, não desanime porque tudo que Deus faz é perfeito 

Ele não erra! Um dia eles saíram para caçar e uma fera atacou o rei. O súdito conseguiu matar o animal, mas não pôde evitar que sua majestade perdesse um dedo da mão. 

Furioso e sem mostrar gratidão por ter sido salvo, o nobre disse:  Deus é bom? Se Ele fosse bom eu não teria sido atacado e perdido o meu dedo. 

O servo apenas respondeu: Meu Rei, apesar de todas essas coisas, só posso dizer-lhe que Deus é bom; é que mesmo perder um dedo é para o seu bem. 

O que Deus faz é perfeito. Ele nunca erra! Indignado com a resposta, o rei mandou prender o súdito. Tempos depois, saiu para uma outra caçada e foi capturado por selvagens que faziam sacrifícios humanos. 

Já no altar, prontos para sacrificar o nobre, os selvagens perceberam que a vítima não tinha um dos dedos e soltaram-no: ele não era perfeito para ser oferecido aos deuses. 

Ao voltar para o palácio, mandou soltar o súdito e recebeu -o muito afetuosamente.  Meu caro, Deus foi realmente bom comigo! Escapei de ser sacrificado pelos selvagens , justamente por não ter um dedo! Mas tenho uma dúvida: Se Deus é tão bom, por que permitiu que você, que tanto o defende, fosse preso? 

Meu rei, se eu tivesse ido com o senhor nessa caçada, teria sido sacrificado em seu lugar, pois não me falta dedo algum. Por isso, lembre-se: tudo o que Deus faz é perfeito 

Ele nunca erra! Muitas vezes nos queixamos da vida e das coisas aparentemente ruins que nos acontecem, esquecendo-nos que nada é por acaso e que tudo tem um propósito. Todas as manhãs, ofereça seu dia à Presença Divina que habita o seu coração 

Peça-Lhe para inspirar os seus pensamentos, guiar os seus atos, apaziguar os seus sentimentos. E nada tema, pois DEUS NUNCA ERRA!!!

Lembre-se: Deus nunca Erra, foi Ele que fez com que esta mensagem chegasse até você hoje.... Sabe porque? Eu não sei, mas Ele sabe, pois Ele nunca erra..

quarta-feira, 6 de julho de 2011

ANTES DE SER MÃE...

*Victória Necy*



Antes de ser mãe, eu fazia e comia refeições quentes.
Eu usava roupas sem manchas.
Eu tinha calmas conversas ao telefone.
Antes de ser mãe,
Eu dormia tão tarde quanto eu quisesse
e nunca me preocupava com que horas iria para a cama.
Eu escovava meus cabelos e tomava banho sem pressa.
Antes de ser mãe,
Minha casa estava limpa todos os dias.
Eu nunca tropeçava em brinquedos, ou pensava em canções de ninar.
Antes de ser mãe,
Eu não me preocupava se minhas plantas eram venenosas.
Eu nem sabia que existiam protetores de tomada...
Antes de ser mãe,
Ninguém nunca tinha vomitado ou cuspido em mim.
Eu nunca tinha sido mordida nem beliscada por dedos minúsculos
Ninguém nunca tinha me molhado.
Antes de ser mãe,
Eu tinha controle da minha mente,
dos meus pensamentos, do meu corpo,
e do meu tempo.
Eu dormia a noite toda!!
Antes de ser mãe,
Eu nunca tinha segurado uma criança chorando para que pudessem fazer exames ou aplicar vacinas
Eu nunca havia experimentado a maravilhosa sensação de amamentar e saciar um bebê faminto.
Eu nunca tinha olhado em olhos marejados e chorado.
Eu nunca tinha ficado tão gloriosamente feliz por causa de um simples sorriso.
Eu nunca tinha sentado tarde da noite só para admirar um bebê dormindo.
Eu nunca tinha segurado um bebê dormindo só porque eu não queria deixá-lo.
Eu nunca havia sentido meu coração se quebrar em um milhão de pedaços porque eu não pude parar uma dor.
Eu nunca imaginaria que algo tão pequeno pudesse afetar tanto minha vida.
Eu nunca soube que eu amaria ser mãe.
Antes de ser mãe,
Eu não conhecia a sensação de ter meu coração fora de meu corpo.
Eu não conhecia a força do amor entre uma mãe e seu filho.
Antes de ser mãe,
Eu não conhecia o calor,
A alegria,
O amor,
A preocupação,
A plenitude,
Ou a satisfação de ser mãe.
Eu não sabia que era capaz de sentir tudo isso com tanta intensidade
Antes de ser mãe...

sexta-feira, 24 de junho de 2011

O empurrão



A águia empurrou gentilmente seus filhotes para a beirada do ninho.
Seu coração se acelerou com emoções conflitantes, ao mesmo tempo em que sentiu a resistência dos filhotes a seus insistentes cutucões. Por que a emoção de voar tem que começar com o medo de cair? - Pensou ela.
O ninho estava colocado bem no alto de um pico rochoso. Abaixo, somente o abismo e o ar para sustentar as asas dos filhotes. E se justamente agora isto não funcionar?
Apesar do medo, a águia sabia que aquele era o momento. Sua missão estava prestes a se completar, restava ainda uma tarefa final o empurrão.
A águia encheu-se de coragem. Enquanto os filhotes não descobrirem suas asas não haverá propósito para a sua vida.
Enquanto eles não aprenderem a voar não compreenderão o privilégio que é nascer águia. O empurrão era o melhor presente que ela podia oferecer-lhes. Era seu supremo ato de amor.
Então, um a um, ela os precipitou para o abismo. E eles voaram!
Às vezes, nas nossas vidas, as circunstâncias fazem o papel de águia. São elas que nos empurram para o abismo. E quem sabe não são elas, as próprias circunstâncias, que nos fazem descobrir que temos asas para voar.

domingo, 5 de junho de 2011

Quem são os anjos pra Deus


 Uma criança pronta para nascer perguntou a Deus:
- Disseram-me que estarei sendo enviado à Terra amanhã...
Como vou viver lá sendo que sou pequeno e indefeso ?
E, Deus disse: - Entre muitos anjos, escolhi um especial para você.
Ele estará o esperando e tomará conta de você todos os momentos.
Mas me diga. Diz a criança: - Aqui no céu, eu não faço nada além de sorrir e cantar, o que é suficiente para que eu seja feliz.
Serei feliz lá ?
E Deus disse:
- Seu anjo cantará e sorrirá para você...
A cada dia, a cada instante, você sentirá o amor do seu anjo e será feliz...
E a criança perguntou:
- Como poderei entender quando falam comigo, se eu não conheço a língua que as pessoas falam?
Deus respondeu-lhe: - Com muita paciência e carinho, seu anjo lhe ensinará a falar e você tudo entenderá.
E a criança tornou a indagar:
- E o que farei quando sentir saudade e quiser falar com você?
Deus respondeu: - Seu anjo juntará suas mãos e lhe ensinará a orar, assim você estará falando comigo e Eu te ouvindo. A criança voltou a retrucar: - Eu ouvi que na terra há homens maus. Quem me protegerá ? Deus: - Seu anjo lhe defenderá em todas circunstancias, mesmo que signifique arriscar sua própria vida.
A criança:
- Mas eu serei sempre triste porque não Te verei mais ?
Deus: - Seu anjo sempre lhe falará sobre Mim, lhe ensinará a maneira de vir a Mim, e Eu estarei sempre dentro de você.
Nesse momento havia muita paz no céu, mas as vozes da Terra já podiam ser ouvidas....
A criança apressada, pediu suavemente: Oh Deus, se eu estiver a ponto de ir agora, diga-me por favor, o nome do meu anjo... E, Deus respondeu: Você chamará seu anjo de...MÃE !!!